Aparas | 2014



Do recorte de porções inúteis de folhas de papel guardadas em rolo, surgem espirais: um turbilhão de água que se forma no mar, no cruzamento contrário de suas correntes.

  • papel vegetal de diferentes gramaturas e dimensões, tinta de caneta Letraset
  • 40 x 40 x 30 cm
  • EXPOSIÇÕES: “De onde os rios se encontram para inventar o mar”, Programa de Exposições do Carpe Diem Arte e Pesquisa, Palácio de Pombal, Lisboa Portugal

Fotografia: Oxana Ianin