Bordando em silêncio | 2009-16



Para tornar próprio o que recebi como herança – uma toalha do enxoval de casamento dos meus pais – comecei a encobrir sua estamparia com pontos livres de bordado, criados por mim, parentes e amigos que participaram da elaboração da obra.

  • toalha de linho estampado, bordado livre em algodão
  • dimensões variáveis
  • EXPOSIÇÕES: “Poética têxtil”, Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo, Brasil,

Fotografia: Renato Bezerra de Mello