Como ficou a cidade onde nasci | 2014



Neste vídeo tento, inutilmente, manter em pé levíssimos tubos de papel, que vão ao chão pela menor ação do vento que o movimento da minha própria mão provoca. Na sua queda, os tubos emitem um som delicado, numa composição do acaso.

  • vídeo (versão MP4 e MOV) com 9’54”, projeção em loop
  • concepção: Renato Bezerra de Mello
  • filmagem e edição de imagem e som: Daniel Santos
  • EXPOSIÇÕES: “Um chão para brincar, um céu para voar”, Galeria Inox, Rio de Janeiro, Brasil

Fotografia: Daniel Santos