Infinitos redondos | 2014



Realizei esta obra com folhas de grafite, em um processo de transferência e gravação da imagem sobre o papel como se faz com o carbono. Os círculos que se repetem fazem referência aos manuscritos da Antiguidade, acumulados e guardados uns sobre os outros, uns dentro dos outros.

  • série de três desenhos em papel Lana e dois desenhos em papel Canson
  • grafite sobre papel
  • 29,7 x 42 cm (Lana); 49 x 64 cm (Canson)
  • EXPOSIÇÕES: “Um chão para brincar, um céu para voar”, Galeria Inox, Rio de Janeiro, Brasil

Fotografia: Pat Kilgore