ORFÃOS | 2019



Venho recolhendo, já há algum tempo, botões esquecidos em caixas e gavetas, que viviam na esperança de suas guardiãs, um dia, utilizá-los ou, mais comumente, reutilizá-los em outra roupa. Nesta obra reúno centenas deles, de diferentes procedências, num grande festão ornamental, como agradecimento às mulheres que generosamente me presentearam, na expectativa de que lhes desse um destino.

  • botões, linha de algodão e linha de pesca multifilamento
  • 5,75 cm, medida linear (instalação com medida variável)
  • EXPOSIÇÕES: “O que a gente não tem coragem de jogar fora”, Galeria Inox, Rio de Janeiro, Brasil

FotografiaS: Wilton Montenegro e Michelle Blatter