UMBIGO DO MAR | 2016



Esta obra surgiu da leitura dos infortúnios dos antigos navegadores, quando um deles relata que meteu-se num movimento de águas muito violento, como se fosse o “umbigo do mar”: de imediato visualizei esta peça, realizada com as aparas de rolos de papel vegetal.

  • papel vegetal, tinta de caneta Letraset
  • Ø 12 cm
  • EXPOSIÇÕES: “Entre céu e água”, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil

Fotografia: Wilton Montenegro