RETALHAR | 2007

Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil

Direção de arte: Maria Teresa Leal 

 

A memória é a costureira, e costureira caprichosa. A memória faz a sua agulha correr para dentro e para fora, para cima e para baixo, para cá e para lá. Não sabemos o que vem em seguida, o que virá depois ⏐ 2007 

Lançando mão de uma coleção de iniciais bordadas em algodão, que serviam para marcar a quem pertencia uma roupa, desenvolvi, juntamente com artesãs da Cooparoca, cooperativa da Rocinha, no Rio de Janeiro, esta ideia de uma veste que teria pertencido a um número incontável de mulheres.

  • iniciais bordadas sobre veste em algodão
  • 150 x 50 cm
  • OUTRAS EXPOSIÇÕES: ‘Amor’, Museu Casa de Benjamin Constant, Rio de  Janeiro, Brasil; Galerie Caroline Vachet, Lyon, França
  • acesse aqui a página da obra

Fotografia: Wilton Montenegro